• Visitantes do Site

    contador de visitas
    VISITANTES
  • VEREADORA NO EVENTO DO ROYALTIES

    Clique na Imagem para abrir!
  • SOS REGIÃO SERRANA

  • MINHA BANDEIRA


    O povo me elegeu e por ele eu luto e lutarei!
  • CONTRA A EMENDA IBSEN


  • O PODER DA MULHER QUE ORA

  • TWITTER

  • ARQUIVOS:

  • DOE SANGUE


  • DENUNCIE


  • VILMA DOS SANTOS NA INTERNET

  • VÍDEO 01

  • VÍDEO 02

  • VÍDEO 03

  • VÍDEO 04

A existência de Deus

Quando o filho completou 12 anos, o pai o enviou para um doutor em divindade, com o qual estudou até completar 24 anos. Ao terminar seu aprendizado, voltou para casa cheio de orgulho.

 Perguntou-lhe o pai:

 – Como podemos conhecer aquilo que não vemos? Como podemos saber que Deus, o Todo-Poderoso, está em toda parte?

 O rapaz começou a recitar passagens bíblicas para provar a existência de Deus, mas o pai o interrompeu:

 Isso é muito complicado. Não existe uma maneira mais simples de aprendermos sobre a existência de Deus?

 Ele respondeu:

 – Não que eu saiba, meu pai. Hoje em dia sou um homem culto, e preciso desta cultura para explicar os mistérios da sabedoria divina.

 – Perdi meu tempo e meu dinheiro enviando meu filho aos teólogos! – reclamou o pai.

 E pegando seu filho pelas mãos, o levou à cozinha. Ali, encheu uma bacia com água e misturou um pouco de sal. Depois, saíram para passear pela cidade. Quando voltaram para casa, o pai pediu a ele:

 – Traz o sal que coloquei na bacia.

 Ele procurou o sal, mas não o encontrou, pois já havia se dissolvido na água.

 – Então, não vê mais o sal? – perguntou o pai.

 – Não. O sal está invisível.

  – Prova, então, um pouco da água da superfície da bacia. Como ela está?

 – Salgada.

 – Prova um pouco da água do meio. Como está?

 – Tão salgada como a da superfície.

 – Agora prova a água do fundo da bacia, e diga: qual o gosto?

 Ele provou, e o gosto era o mesmo que experimentara antes.

 – Você estudou muitos anos e não consegue explicar com simplicidade como o Deus invisível está em toda parte – disse o pai.

 – Usando uma bacia com água e chamando de “sal” a Deus, eu poderia fazer qualquer camponês entender isso. “Por favor, meu filho, esqueça a sabedoria teológica que nos afasta de Deus, e torne a procurar a fé e a inspiração que nos aproxima d’Ele”. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: