• Visitantes do Site

    contador de visitas
    VISITANTES
  • VEREADORA NO EVENTO DO ROYALTIES

    Clique na Imagem para abrir!
  • SOS REGIÃO SERRANA

  • MINHA BANDEIRA


    O povo me elegeu e por ele eu luto e lutarei!
  • CONTRA A EMENDA IBSEN


  • O PODER DA MULHER QUE ORA

  • TWITTER

  • ARQUIVOS:

  • DOE SANGUE


  • DENUNCIE


  • VILMA DOS SANTOS NA INTERNET

  • VÍDEO 01

  • VÍDEO 02

  • VÍDEO 03

  • VÍDEO 04

DIA DO DETENTO – 24 DE MAIO

Hoje comemoramos o dia do detento, falar sobre o assunto é um tabu, pois para muitos discutir os direitos de pessoas que não respeitaram os direitos do próximo é talvez paradoxal. Mas é com esse intuito que foi instituído um dia especial dedicado ao detento, o dia 24 de maio.

 A finalidade do Estado seria re-educar todos aqueles que cometeram algum delito, pessoas que deixaram de respeitar preceitos que atinge toda a sociedade.

 Ocorre que as condições dos presídios e casas de carceragem no Brasil, tem desvirtuado essa finalidade, pois muitas vezes os detentos saem revoltados pelas humilhações que são obrigados a vivenciar no cárcere.

 Ao falarmos do dia do detento temos também que pensar nas famílias, são mães, pais, irmãos, filhos, esposas que sofrem muito mais que os presos, muitas vezes pela falta de contato, visto as imposições demasiadamente rigorosas para essas famílias, existindo muitos casos de familiares que não conseguem visitar, sequer mandar produtos de primeiras necessidades, como roupas e matérias de higiene pessoal.

 Não posso deixar de falar sobre as humilhações que essas famílias passam, pois muitas vezes passam por revistas humilhantes, sendo tratadas a margem da sociedade, sem um mínimo de dignidade humana.

 Outro problema grave no sistema prisional brasileiro vem do preconceito perante a sociedade, pois a grande maioria dos detentos não conseguem se lançar no mercado de trabalho, onde os empresários, na sua grande maioria deixam de dar oportunidade pelo mero preconceito, independentemente da qualificação profissional.

 Muitos detentos, de baixa renda e sem qualificação profissional, permanecem no cárcere no ócio, saindo da mesma forma que entraram, tendo como única forma de manter o sustento pessoal e familiar o mundo do crime.

 Precisamos sim nesse dia, muito mais que comemorar, devemos disponibilizar condições dignas e humanas para o cárcere, e principalmente disponibilizando-lhe condições para serem efetivamente reeducados, voltando a sociedade como pessoas dignas.

 Isso tudo, sem contar os inúmeros casos de injustiça, de pessoas que ficam no cárcere sem terem cometido nenhum crime.

 E não posso deixar de pensar na minha experiência, pois permaneci  no presídio de Bangu por 63 dias acusada de coagir testemunhas, crime que ao final fui absolvida.

 Nesse período tive poucos contatos com meus familiares, que muitas vezes nos dias de visitação foram a porta do presídio e não puderam me visitar, trazendo uma frustração indescritível, pois pior que estar presa inocentemente, é não ter contato com seus familiares.

 Espero que num futuro próximo possamos contar com um sistema carcerário de excelência, para que realmente possamos educar aqueles que infringiram regras penais, voltando para sociedade como um cidadão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: