• Visitantes do Site

    contador de visitas
    VISITANTES
  • VEREADORA NO EVENTO DO ROYALTIES

    Clique na Imagem para abrir!
  • SOS REGIÃO SERRANA

  • MINHA BANDEIRA


    O povo me elegeu e por ele eu luto e lutarei!
  • CONTRA A EMENDA IBSEN


  • O PODER DA MULHER QUE ORA

  • TWITTER

  • ARQUIVOS:

  • DOE SANGUE


  • DENUNCIE


  • VILMA DOS SANTOS NA INTERNET

  • VÍDEO 01

  • VÍDEO 02

  • VÍDEO 03

  • VÍDEO 04

TRÂNSITO EM MUNICÍPIO ESTÁ DESORDENADO

ANGRA DOS REIS

Uma das principais queixas do morador de Angra dos Reis com relação ao trânsito na cidade é a falta de estacionamento. Outras reclamações como, por exemplo, falta de educação com os pedestres e desrespeito as normas de trânsito, também são constantes.

Para o aposentado Pedro Rodrigues, a maior reclamação é quanto a vaga para idosos, muitas vezes desobedecida pelos condutores. “Eu tenho mais de 65 anos. Se aqui no Centro existe vagas destinadas a nós, a população tem que respeitar. Muitas vezes eu venho aqui para o Centro, procuro uma vaga livre para estacionar, e encontro um carro sem a identificação parado na vaga que é destinada a mim e aos meus colegas”, disse Pedro Rodrigues. O deficiente físico Jair Celestino tem a mesma reclamação. “As pessoas acham que um deficiente não precisa de uma vaga, porque muitos não podem ter um carro. Isso é um preconceito. Temos nossas limitações, é verdade, mas somos seres humanos e temos nossos direitos assim como os demais que se dizem perfeitos”, desabafa.

“Moro no Frade e venho trabalhar aqui no Centro. Preciso chegar antes das 7 horas para conseguir uma vaga. Caso contrário, tenho que colocar no estacionamento popular, o que não gosto, porque não tem segurança. Não tem, por exemplo, uma pessoa cuidando dos veículos e vários são roubados”, diz o bancário Jorge Oliveira.

O Agente de Trânsito Marcos Sarmento, que trabalha na região central de Angra há três anos e meio, acredita uma saída seria a descentralização do Centro. “O Centro é um pólo atrativo de tráfego e não comporta mais todos os veículos que têm aqui. O que seria um pólo atrativo? Bancos, hospitais e supermercados, e que não possuem estacionamento próprio”, afirma o agente, ressaltando que para ter um trânsito melhor na cidade, é preciso uma educação de trânsito desde a pré-escola. “Tem que haver uma educação de trânsito em longo prazo. Ela deveria começar na pré-escola e ser matéria de grade curricular”, diz o agente.

De acordo com a secretaria de Trânsito, os agentes de trânsito são instruídos a trabalhar mais conscientizando a população do que autuando o condutor do veículo. No entanto, existem casos que necessita a aplicação de multa. “Quando o motorista faz algo que vai tirar a segurança do coletivo, preciso aplicar multa. Como, por exemplo, dirigir embriagado. Mas, na minha opinião, deveria ser criado um juiz de trânsito no Brasil”, pontua, enfatizando o que erro mais comum cometido no dia a dia. “O que eu vejo mais aqui no trânsito, são os pais com cinto de segurança e a criança solta entre as cadeiras. Ou seja, os pais se preocupam com eles, mas não estão preocupados com a segurança do filho. A falta de cinto de segurança é o que mais acontece”, explica Marcos Sarmento.

Durante a reportagem, foi cronometrado um tempo de dois minutos para observação dos veículos, na Avenida Júlio Maria. Neste período, 29 autuações por falta de cinto de segurança teriam que ser aplicadas.

A reportagem do A VOZ DA CIDADE tentou conversar com o gerente de trânsito, Robson de Oliveira, para ver se a prefeitura tem um plano para melhorar o trânsito e dispor de mais vagas para estacionamento, mas foi informada que ele está em uma viagem a trabalho.

FONTE JORNAL VOZ DA CIDADE.

Indignada com essa situação, apresentei indicações para o Executivo venha construir um edifício garagem, ao estilo do Edifício Garagem Menezes Cortêz, como também, para que seja ampliado o número de vagas de estacionamento para idosos e deficientes.

Outra indicação minha solicita que nas ilhas de embarque e desembarque situados na Rua do Comercio, seja reservada uma vaga para cada baia para idosos e deficientes, pelo período de 20 minutos, tempo hábil para que possam resolver seus problemas junto as instituições bancárias. – VEREADORA VILAMDOS SANTOS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: