• Visitantes do Site

    contador de visitas
    VISITANTES
  • VEREADORA NO EVENTO DO ROYALTIES

    Clique na Imagem para abrir!
  • SOS REGIÃO SERRANA

  • MINHA BANDEIRA


    O povo me elegeu e por ele eu luto e lutarei!
  • CONTRA A EMENDA IBSEN


  • O PODER DA MULHER QUE ORA

  • TWITTER

  • ARQUIVOS:

  • DOE SANGUE


  • DENUNCIE


  • VILMA DOS SANTOS NA INTERNET

  • VÍDEO 01

  • VÍDEO 02

  • VÍDEO 03

  • VÍDEO 04

Identificada terceira vítima de acidente aéreo em Angra dos Reis

Equipes de resgate localizaram na manhã de hoje (13), o corpo da terceira vítima do acidente aéreo ocorrido no fim da tarde de ontem (12), nas proximidades da Ilha de Cataguás, em Angra dos Reis.

O homem foi identificado como Ernani Gomes. Segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), Ernani era o piloto do avião e não o co-piloto como informado anteriormente.

O corpo de Ernani foi encontrado preso e submerso na cabine da aeronave.

No dia do acidente, fora resgatados os corpos do empresário mineiro, Clemente Faria Neto, 62 anos e do co-piloto Antônio Fernades Neto.

A aeronave, modelo Embraer EMB-121 Xingu, saiu do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, por volta das 16h, de quinta-feira.

A Aeronáutica confirmou que o destino do avião era mesmo Angra dos Reis. Agentes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) desembarcaram em Angra e iniciaram as investigações sobre as causas da queda. No momento do acidente, um forte temporal atingiu o litoral da Costa Verde, com fortes rajadas de vento.

A dor da espera

A esposa de Clemente Faria Neto estava no aeroporto de Angra, aguardando a chegada do marido, quando aconteceu o acidente.

O corpo de Clemente foi liberado do IML (Instituto Médico Legal) de Angra e foi levado para Contagem na região metropolitana de Belo Horizonte, onde seria cremado no Parque Renascer. O empresário era casado e deixa três filhos. O corpo do co-piloto também foi liberado e levado para a capital mineira, porém o local do sepultamento não foi divulgado.

O empresário

Clemente Faria Neto era um dos empresários mais bem sucedidos do estado de Minas Gerais. Ele dividia com o irmão, Gilberto de Andrade Faria Junior, a direção de um grupo empresarial que reunia cerca de 20 empresas, entre elas a Minasmáquinas, revendedora de caminhões, máquinas pesadas e automóveis de luxo da marca Mercedes-Benz, e das rádios Alvorada, em Belo Horizonte, Sulamérica Paradiso, do Rio, e Jovem Pan, de Santos.

O empresário nasceu em uma tradicional e rica família mineira. Era neto do banqueiro Clemente Faria, nascido em Pedra Azul, e fundador do Banco da Lavoura, que chegou a ser o maior da América Latina. O banco foi dividido entre os dois filhos do patriarca: Aloísio, que criou o Banco Real, mais tarde vendido para o holandês ABN Amro (hoje Santander), e chegou a figurar no ranking da revista norte-americana Forbes das maiores fortunas do mundo; e Gilberto Faria, pai de Clemente, que ficou com o Banco Bandeirantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: